• Seu pedido discreto

    Cuidado e discrição no seu pedido e fatura

  • Frete grátis para todo Brasil

    Nas compras a partir de R$250

  • Proteção de Dados de Cientes

    Os seus dados estão seguros conosco

Dicas e cuidados na intimidade anal

Ainda que sempre haja um encorajamento para o assunto, falar sobre a intimidade anal é sempre complicado para a maioria das pessoas, principalmente, as mulheres. Para uma maioria delas, o sexo anal ainda é um tema complexo, até mesmo em rodas de amigas.

Existe muito pudor e, ainda, preconceitos em relação ao tema, o que dificulta o conhecimento sobre isso. Por isso, é muito importante as informações a respeito dessa intimidade. O sexo anal pode gerar prazer de forma igualitária ao sexo da vagina. É preciso, apenas, alguns cuidados e precauções para que a experiência seja repleta de segurança e prazer.

Desmistificando: sexo anal faz mal?

De acordo com especialistas, quando o sexo anal é feito de modo seguro, ele jamais fará mal. É claro que existem alguns riscos, os mesmos relacionados ao sexo vaginal: doenças sexualmente transmissíveis, infecções e afins que podem ter transmissão quando não há a utilização de preservativos.

É relevante considerar que, ainda que os riscos de transmitir infecções pelo sexo anal sejam maiores que a de outros métodos sexuais, a utilização da camisinha reduz a quase zero porcento, as chances de adquirir infecções.

Outro aspecto relevante que pode gerar problemas é a relação por sexo anal e, em seguida, vaginal, sem que se troque o preservativo. Esse procedimento pode contaminar o órgão feminino, transferindo microrganismos de um elemento com contaminação até outro, sendo que a mulher pode ter o desenvolvimento de vaginite ou, ainda, infecções do trato urinário.

O sexo anal é algo de muita naturalidade, oposto ao que muitos acreditam. É um fator da sexualidade vivenciada com seu companheiro ou companheira. Portanto, o relaxamento é essencial para a relação, tornando o ato muito mais prazeroso. É importante também deixar de lado o falso sentimento de perversão, ou relacionar o ato a um comportamento anormal.

É valido dizer também que, caso você não queira tentar o sexo anal, ninguém possui o direito de forçá-la a isso.

Dicas e cuidados para prática do sexo anal

Recomenda-se, para iniciar a prática, a autoestimulação da região, conhecendo as áreas sensíveis externas, de forma manual ou com objeto de vibração. Após a realização desse procedimento algumas vezes, ficará mais fácil a relação com seu companheiro.

Ao passo que haja a decisão de utilizar um vibrador, opte por modelos mais lisos e com lubrificação. O conselho é fazer a introdução de forma lenta, de maneira que a musculatura anal se acostume com a nova sensação.

Em primeiros momentos das práticas anais, é possível que você sinta vontade de evacuar ou, ainda, urinar. Isso é muito comum e natural, visto que o seu organismo está se adaptando ao ato.

Logo que ocorra a penetração e que esteja do seu agrado, mantenha a musculatura anal relaxada para que gerar mais prazer ao companheiro. A excitação masculina em relação ao sexo anal é que a região é, de forma geral, mais apertada que a vagina, e a forma como controla a musculatura do canal gera um prazer rápido.

A paciência e lentidão para o processo são ótimas dicas de como ter relação anal. Conheça os limites do seu corpo, para que não haja exagero ou situações doloridas.

A região anal é composta por várias terminações nervosas que têm destaque de excitação, e podem ser estimuladas pelos dedos, vibradores ou pênis. Para um prazer ainda maior, peça a penetração anal e vaginal, ao mesmo tempo.

É possível ter orgasmos, de forma intensa, também através do sexo anal. Essa relação, para as mulheres, consegue entrar em contato com o ponto G em ângulos diferenciados.

Importância da lubrificação na intimidade anal

É de extrema importância que ocorra a lubrificação do ânus para que se faça o sexo. Esta área não se lubrifica de forma natural, como ocorre com a região da vagina. Por isso, recomenda-se a utilização de determinados lubrificantes, de preferência, os de fatores neutros. Confira o Gel Relaxante Anal Intimate Earth.

Uma dica importante é evitar utilizar alguns produtos que possuem elementos anestésicos em suas composições, prometendo eliminar a dor localizada na região. Quando ocorre a anestesia na área do ânus, antes da relação, os traumas causados podem ser ainda maiores, até porque o incômodo será reduzido no instante do ato.

Utilize produtos lubrificantes que sejam a base de água. Essa é uma recomendação de especialistas e da medicina, porque não elevam o risco de promover efeitos alérgicos ou reações adversas.

Agora que você já sabe como sentir prazer com o sexo anal, aproveite e conheça a nossa linha de produtos que auxiliarão o processo de satisfação no momento das relações sexuais. Nossos produtos são pensados no bem-estar feminino e masculino, disponibilizam segurança e prazer para todos os momentos.