• Seu pedido discreto

    Cuidado e discrição no seu pedido e fatura

  • Frete grátis para todo Brasil

    Nas compras a partir de R$250

  • Proteção de Dados de Cientes

    Os seus dados estão seguros conosco

Quais os tipos de tratamento para calvície com Minoxidil

Descoberto no final dos anos 60, o Minoxidil (não confundir com Nanoxidil) vem ajudando milhares de pessoas a combater ou amenizar a calvície. Por ser inicialmente usado para tratar hipertensão, a substância era administrada via oral. Um pouco depois, foram observados efeitos secundários, como o crescimento significativo de cabelos e o engrossamento dos fios capilares. A partir desse momento passou a ser comercializado para ajudar no tratamento da calvície.

Para tratar a queda de cabelo, o Minoxidil passou a ser produzido para aplicação externa, diretamente no couro cabeludo, diminuindo seu efeitos colaterais no organismo de seus usuários, e podendo assim ser utilizado por um maior número de pessoas. Apesar de não ser o único medicamento para o tratamento da queda de cabelo, o minoxidil é o produto que mais se tem dados de testes produzidos em laboratórios onde os resultados comprovam o crescimento do cabelo.

Como o Minoxidil age em nosso corpo?

A queda de cabelo, não significa a perda dos folículos capilares. Quando aplicado, a substancia age na raiz do bulbo capilar, por ser vasodilatadora, é capaz de aumentar o fluxo sanguíneo nas células do couro cabeludo, oxigenando a área e levando mais nutrientes aos componentes capilares. Como resultado, observamos um aumento do tamanho dos folículos, estrutura responsável pela produção e crescimento dos fios de cabelo.

Como usar o minoxidil?

Devemos utilizar a substância duas vezes ao dia nas falhas capilares ou em áreas que desejamos obter uma maior quantidade de fios. O produto deve ser aplicado no couro cabeludo seco, sempre seguido de uma rápida massagem, com nossos próprios dedos. Para otimizar o resultado, é necessário deixar o minoxidil agir por pelo menos quatro horas, antes de lavar a cabeça. Importante lembrar que nas duas primeiras semanas de tratamento, é comum que se observe uma maior queda de cabelo, mas logo após esse período esse efeito colateral vai passar.

O minoxidil não pode ser aplicado em áreas irritadas, feridas ou muito sensíveis do couro cabeludo. Não se deve fazer uso quando o cabelo acabou de passar por processos químicos, sejam eles alisamentos ou coloração. Não é recomendada a exposição da área em tratamento ao sol.

Os efeitos do Minoxidil são evidentes, mas não são rápidos. Para termos resultados satisfatórios, é necessário fazer uso do produto por tempo prolongado. Pode levar de dois meses até um ano para as mudanças serem observadas. Em pessoas mais jovens, com idade inferior a quarenta anos, foram notados resultados mais expressivos e em maior velocidade.

Pode-se utilizar o minoxidil em outras áreas do corpo?

Alem do couro cabeludo, o produto tem sido usado por homens para o aumento no volume da barba ou cobrir eventuais falhas. Muitas pessoas que fizeram o uso do produto na barba perceberam uma melhora significativa no surgimento de novos fios na região e outras relataram o fechamento de falhas de pelos no rosto. A aplicação nessa área não é muito diferente.

Especialistas recomendam lavar o rosto com água quente antes da aplicação, possibilitando assim uma maior abertura dos poros e a loção vai ser absorvida com mais facilidade. Espalhe uma gota da loção com a ponta dos dedos ou ajuda de um cotonete e massageie a superfície da área tratada. A loção de Minoxidil deve agir durante pelo menos quatro horas. Após o período pode-se lavar o rosto.

Para as mulheres, a substância pode ser uma ótima opção para quem sofre de queda de pelos nas sobrancelhas, possuem falhas nas mesmas ou querem aumentar a sua espessura. Lembrando que para esse propósito a aplicação terá de ser precisa e local, para que não nasça pelo em áreas indesejadas do rosto.