• Seu pedido discreto

    Cuidado e discrição no seu pedido e fatura

  • Frete grátis para todo Brasil

    Nas compras a partir de R$250

  • Proteção de Dados de Cientes

    Os seus dados estão seguros conosco

5 Dicas para evitar a disfunção erétil

No Brasil, 45% dos homens possuem alguma disfunção erétil, ou seja, quase a metade da população masculina brasileira tem problemas em conseguir uma ereção. Você sabia que é possível evitar a disfunção erétil de forma natural e segura? Basta fazer mudanças simples no estilo de vida para ter uma ajuda para melhorar as ereções.

Dicas para evitar a disfunção erétil

A impotência sexual, também chamada de disfunção erétil, pode ser causada por vários motivos. Às vezes, pode ser simplesmente o efeito colateral de algum medicamento em especial. No entanto, para 75% dos homens, a causa da disfunção pode ser mais complexa. A impotência pode acontecer por causa de doenças neurológicas, vasculares, diabetes e tratamentos para próstata.

Há diferentes tipos de tratamento para tratar a impotência, mas para isso, primeiro é necessário descobrir a causa do problema. Caso sofra de impotência ou queira evitar que ela apareça, experimente as seguintes dicas para melhorar sua vida e saúde sexual.

Dormir bem
Durma bem - Segundo um estudo da UNIFESP, os pacientes com impotência sexual tinham o sono “quebrado”, e acordavam mais durante a noite, sem alcançar o estado de sono profundo. Ademais, a falta de sono pode aumentar as chances de se ter diabetes e problemas cardiovasculares, além de favorecer o ganho de peso. Todos esses fatores contribuem para a disfunção erétil. Outro problema que pode afetar negativamente o sono é a automedicação de remédios para a disfunção. Geralmente, os jovens costumam se automedicar com o objetivo de melhorar a ereção. No entanto, muitos comprimidos contém químicos que causam efeitos colaterais. Para piorar, há também casos de homens que misturam remédios com drogas e bebidas alcoólicas. É preciso ter muito cuidado, pois esta combinação pode ser fatal.
Evitar drogas
Evite uso de drogas - Uma pesquisa da Universidade Real de Londres comprovou que homens fumantes têm 40% mais riscos de sofrer de impotência. Quanto maior a quantidade de cigarros fumados, maior também é o risco de ter alguma disfunção erétil. Isso acontece devido às substâncias prejudiciais do cigarro que dificultam a micro-circulação, afetando o pênis e a ereção. Outro estudo da UNIFESP relatou que 47% dos usuários de ecstasy, cocaína, crack e álcool tem impotência, ejaculação precoce e redução na libido. Tal problema também está relacionado com as alterações vasculares que tem como causa o uso contínuo dessas substâncias.
Homem andar de bicicleta
Cuidado ao andar de bicicleta - O Jornal da Medicina Sexual publicou um estudo alertando ciclistas, principalmente homens, devem ter atenção com os assentos de bicicletas, visto que é melhor escolher os que não tem a ponta pronunciada. Estudos anteriores já apontaram que ciclistas tem maiores chances de sofrer de impotência devido ao fato do períneo ficar pressionado pelo assento da bicicleta. Apesar de não serem casos comuns a ponto dos homens parar de andar de bicicleta, é sempre importante ter cuidado.
Controlar a diabete
Controle a diabetes - Estima-se que quase metade dos pacientes diabéticos tem alguma disfunção erétil. Isso acontece porque a diabetes pode causar alterações vasculares que prejudicam diretamente as artérias do pênis. Esses pacientes não podem ser tratados com remédios sintéticos com químicos, mas existem outros tratamentos, só é preciso encontrar um bom profissional especializado.
Exercitar a pelvis
Exercite os músculos da pélvis - Músculos da pélvis fortes podem aumentar e melhorar a rigidez durante a ereção. Em um teste britânico, homens realizaram treino de 3 meses com exercícios de Kegel 2 vezes por dia, juntamente com mudanças simples no estilo de vida, como perder peso, parar de fumar e parar de beber. E os resultados foram positivos! Muitos conseguiram melhores ereções.
Evitar sedentarismo
Evite sedentarismo - Um estudo feito pela Escola de Saúde Pública de Harvard relatou que o sedentarismo e obesidade podem aumentar as chances de se ter impotência. A pesquisa também apontou que os obesos têm um risco maior de ter disfunção erétil, porque muitos apresentam um sistema circulatório enfraquecido, o que prejudica a ereção. Ademais, o colesterol alto e a hipertensão também se relacionam com este problema. Em resumo, a circunferência abdominal não é a culpada direta pela impotência, na verdade o que acontece são alterações metabólicas por causa da obesidade, o que pode culminar nos problemas sexuais. Se exercitar não é apenas importante para ter um melhor desempenho sexual, mas sim para se ter mais bem-estar físico e mental.

Segundo estudos de Harvard, 30 minutos de caminhada por dia podem reduzir até 41% o risco de aparecimento da impotência. Outro estudo aponta que exercícios físicos moderados podem restaurar a performance sexual em homens obesos de meia idade que sofrem de disfunção erétil. A caminhada também é essencial para perder peso, sendo que obter um peso saudável é uma ótima estratégia para evitar ou combater a disfunção erétil. A obesidade pode aumentar consideravelmente o risco de diabetes e doenças cardiovasculares. Além disso, o excesso de gordura interfere em vários hormônios, e com isso pode piorar o problema.

Alta pressão sanguínea, colesterol alto, altos triglicerídios e elevada concentração de açúcar no sangue podem danificar as artérias do coração (provocando ataques cardíacos), no cérebro (causando um AVC) e até mesmo no pênis. Sempre consulte o médico para ter certeza que o seu sistema vascular estão funcionando de forma adequada, ou se precisam melhorar, a partir de mudanças no seu estilo de vida.

Como a Shytobuy pode ajudar você?

Felizmente, existem suplementos naturais e plantas com propriedades que ajudam a combater a disfunção erétil e para auxiliar nas ereções como o VirgRX Plus, líder no mercado, que contém raiz de Panax Ginseng, Damiana, maca e Zinco.