• Seu pedido discreto

    Cuidado e discrição no seu pedido e fatura

  • Frete grátis para todo Brasil

    Nas compras a partir de R$250

  • Proteção de Dados de Cientes

    Os seus dados estão seguros conosco

Candidíase: o que é e como tratar

A candidíase é mais comum do que muitas pessoas pensam. Cerca de 75% das mulheres terão ao menos uma vez este problema durante a vida. Ela se torna um problema ainda mais comum quando descobrimos que 40% a 45% terão duas ou mais vezes candidíase na vida. Sabendo que muitas pessoas vão ser afetadas por esta infecção é importante entender como ela aparece e saber o que devemos fazer para nos prevenir.

O que é a candidíase?

Cândida Albican é o fungo que esta relacionado a infecção por Cândida, sendo ele o responsável pelo problema na maioria das vezes. Além de ser encontrado na orofaringe de cerca de 30 a 35% dos adultos, jovens e saudáveis, este fungo é encontrado em metade da flora das fezes de todas as pessoas. Sendo um fungo oportunista ele não ataca normalmente pessoas saudáveis, porém quando ocorre uma queda de imunidade no individuo a infecção pode aparecer. Por isso é importante manter o corpo saudável. Sendo muito comum no pênis e na vagina, onde recebe o nome de candidíase genital ou vaginal para pessoas do sexo feminino. Como o fungo é encontrado no intestino de muitos indivíduos e existe a proximidade do anus com os órgãos sexuais é muito comum ocorrerem estes tipos de infecção.

Sintomas de candidíase

É comum que especialmente as mulheres sintam vários sintomas quando estão com candidíase, sendo os mais comuns na região genital:

  • Inchaço e Vermelhidão;
  • Corrimento;
  • Ardência e dor ao urinar;
  • Coceira;
  • Placas Brancas na Vagina ou Glande;

Ainda existem os cerca de 10-20% de indivíduos que não sentem nenhum sintoma, chegando as vezes a 40% quando estamos falando de gravidas.

Causas da candidíase

O fungo que provoca a candidíase esta muitas vezes presente no nosso corpo, na maioria das vezes não se manifesta e não sentimos qualquer diferença. Porém quando nosso sistema imunológico fica debilitado por qualquer razão, seja uma febre, um resfriado, o fungo oportunista se aproveita e acabamos desenvolvendo a infecção. Outro momento comum deste tipo de infecção aparecer é quando ocorre um descontrole hormonal, como é o caso da gravidez.

O aparecimento da candidíase é muitas vezes relacionada ao uso de antibióticos, isso por que os mesmos ajudam a criar o ambiente ideal para que o fungo se desenvolva. Isso ocorre por que quando fazemos uso de antibióticos, acabamos mudando as flora da vagina e consequentemente deixando o ambiente mais propicio para ima infecção.

Mesmo o uso de outros fármacos podem provocar este desequilíbrio da flora, sendo que alguns deles são os corticosteroides e outros utilizados em quimioterapia.

Como se pega a candidíase?

Primeiramente devemos iniciar mudando nossos conceitos de como se pega a candidíase, isso por que não pegamos o fungo, ele já esta presente em nosso corpo. O que ocorre é que nosso organismo esta preparado para não deixar que ele ataque nosso sistema. A pergunta certa é, como não deixar que nosso corpo desenvolvas as condições ideais para o desenvolvimento da cândida.

Nas mulheres existe um grande problema em relação a higiene intima e a candidíase, isso por que dependendo da forma que é feita a higiene intima pode ocorrer a migração do fungo do anus para a vagina. Por isso é importante fazer a limpeza da forma correta, sendo na direção oposta da vagina. Isso evita não só a candidíase mas também outras infecções causadas por germes.

A contaminação de uma pessoas para outra não é comum, porém podem ocorrer em casos de sexo oral e anal. Isso por que o fungo vive na boca e no pênis, podendo passar para a vagina e ocorrer a contaminação. Apesar disso não é considerado uma doença sexualmente transmissível. Isso por que para que ela ocorra um dos parceiros precisa esta com o sistema estar com o sistema imunológico debilitado. O numero de parceiros também não costuma influenciar a possiblidade de se desenvolver candidíase. O ideal é que o parceiro esteja saudável, basta isso..

Existem alguns casos onde existem maior possibilidade de desenvolver a candidíase. Vaja abaixo algumas destas situações:

  • Uso Incorreto e muito frequente de antibióticos;
  • Exagero no uso de anticoncepcionais hormonais;
  • Sistema imunitário deficiente por doenças (HIV, Sida, Lúpus...);
  • Parceiros sexuais desconhecidos e/ou contaminados;
  • Alterações hormonais (gravidez, menstruação...);
  • Roupas intimas húmidas;
  • Higiene pessoal incorreta;

Tratamento natural

O tratamento da candidíase só deve ser iniciado após a confirmação de que a pessoas esta mesmo com a infecção. Isso é feito através da coleta de material da vagina ou pênis e analise em laboratório. Este procedimento se torna ainda mais importante quando o aparecimento destes casos são frequentes. Com esta informação o médico pode fazer um diagnostico e traçar a melhor estratégia para evitar futuros casos.

No caso de candidíase não genital, ou seja que afetam outras partes do corpo, o processo de diagnóstico é outro, onde se define o nível de gravidade e a melhor forma de tratamento.

Existem muitas especialidades médicas que podem ajudar em casos de candidíase, como dermatologistas, ginecologistas, urologistas e até mesmo dentistas. Na maioria dos casos o tratamento poder se dar através de produtos para uso direto nas áreas afetadas, pomadas, soluções, cremes e comprimidos, dependendo sempre da área que esta sofrendo a infecção.

Existem algumas dicas que podem ajudar a evitar o aparecimento frequente da candidíase:

  • Evitar relações sexuais sem proteção durante o tratamento;
  • Evitar dormir com roupas intimas;
  • Moderar o uso de absorventes íntimos;
  • Utilizar produtos próprios para saúde intima;
  • Evitar roupas intimas de algodão;

Remédios caseiros

Muitas pessoas não gostam de colocar produtos estranhos em seu corpo, então é importante saber que existem algumas opções caseiras no tratamento da candidíase. É importante deixar claro que sendo um tratamento caseiro, não existem confirmação dos resultados.

  • Remédio caseiro para mulher:

    No caso da candidíase em mulheres a candidíase encontra dificuldade para se desenvolver em ambientes que não possuem a acidez necessária. Uma solução muito difundida é o uso de iogurte natural para diminuir a acidez no ambiente da vagina.

    O uso desta solução é bem simples, bastando uma seringa e iogurte natural em temperatura ambiente. Basta aplicar uma pequena quantidade de iogurte duas vezes ao dia, por um período de três dias. É importante utilizar absorvente intimo durante este período para não ocorrer vazamento.

  • Remédio caseiro para homem:

    No caso de homens, o tratamento é também bem simples, bastando apenas fazer uso do chá de Uva Ursina. Este chá ajuda a evitar que o fungo se reproduza e diminui a infecção.

    Basta fazer um chá normalmente com duas colheres de chá de Uva Ursina, após isso, basta deixar esfriar um pouco, coar e beber. Pronto, fazendo isso três vezes ao dia você já ajuda no tratamento da candidíase.