Segunda - Sexta | 07h - 15h (Brasília)

(+55)11 4933 7730 LIVE CHAT
  • Seu pedido discreto

    Cuidado e descrição no seu pedido e fatura

  • Frete grátis para todo Brasil

    Nas compras acima de R$250

  • Parcele em até 12x sem juros!

    Mais conveniência para sua compra

Candidíase

Melhore a sua selecção

Categoria
Candidíase () Menopausa (3) Tratamento para Seios (5) Verrugas Genitais ()
Avaliação
 
A candidíase é um problema comum entre as mulheres e pode incomodar bastante pelos efeitos provocados. Aprenda mais sobre esta doença e encontre aqui produtos naturais para ajudar a combater e tratar a candidíase*.
A candidíase é um problema comum entre as mulheres e pode incomodar bastante pelos efeitos provocados. Aprenda mais sobre esta doença e encontre aqui produtos naturais para ajudar a combater e tratar a candidíase*.

Candidíase

Sabia que cerca de 75% das mulheres vão ter pelo menos um episódio de candidíase na vida? Mais! Entre 40 a 45% das mulheres vão ter dois ou mais episódios de candidíase na vida.

É verdade. A candidíase é muito comum e afeta sobretudo mulheres. Trata-se de uma infecção muito desconfortável com sintomas difíceis de controlar.

Sabe o que é a candidíase e qual é o fungo da origem desta infecção? Sabe reconhecer os sintomas e sabe o que fazer para o tratamento da candidíase?

O que é a candidíase?

A candidíase é uma infecção provocada por um fungo. O fungo que está na origem da infecção por candidíase é a Candida, habitualmente a Candida Albicans.

Este fungo pode ser encontrado na orofaringe humana e está presente em cerca de 30 a 55% dos adultos (adultos jovens e saudáveis) e pode ser ainda encontrado em mais da metade da flora normal das fezes.

Em condições normais de saúde, a presença do fungo Candida não provoca qualquer alteração no organismo, no entanto, quando o indivíduo se encontra com o sistema imunológico fragilizado, pode surgir a infecção por candida. É por esta razão que o fungo responsável pela infecção da candidíase é considerado oportunista.

A candidíase é uma infecção muito comum nos genitais, afetando a vagina e o pênis, recebendo o nome de candidíase genital ou candidíase vaginal no caso feminino. Trata-se de um fungo que reside nos intestinos e na pele. A proximidade anatômica do ânus e da zona genital pode facilitar a propagação de Candida aos órgãos genitais.

Sintomas de candidíase

Habitualmente, a candidíase gera bastantes sintomas, sendo na maior parte das vezes perfeitamente perceptíveis e relativamente fáceis de identificar. No entanto, em alguns casos, uma pessoa pode ter candidíase e não ter quaisquer sintomas. Nesses casos, o paciente com candidíase é portador assintomático da infecção. Isso pode acontecer entre 10 a 20% das mulheres, mas este valor pode subir para os 40% durante o período de gravidez.

Causas

Na causa da infecção da candidíase está o tal fungo oportunista que vive no nosso organismo e que, na maior parte das vezes, não provoca quaisquer manifestações. O nosso sistema imunológico, na maioria dos casos, é suficientemente competente para controlar a situação. No entanto, quando este se encontra fragilizado (devido a uma gripe, por exemplo) pode haver a proliferação da infecção. Esta infecção pode também acontecer em situações de descontrole hormonal, como é o caso de uma gravidez, sendo por isso muito elevado o número de mulheres grávidas com candidíase.

Quando se fala de candidíase vaginal ou genital, atribui-se a causa da sua alta frequência a um crescente elevado uso de medicamentos antibióticos, contraceptivos orais e ainda outros medicamentos que podem modificar a flora normal da vagina, o que vai naturalmente criar condições para o crescimento do fungo. Ainda relacionado com a ingestão de medicamentos, alguns fármacos, como os corticosteróides ou a quimioterapia também podem influenciar o aparecimento de candidíase, mas com menos frequência.

Como se pega a candidíase?

A pergunta não pode ser feita desta maneira uma vez que a candidíase não é uma infecção que se pegue. Normalmente, uma pessoa não passa a infecção da candidíase a outra. Para que um indivíduo desenvolva esta infecção é necessário que o fungo já se encontre no organismo e que existam condições favoráveis ao seu desenvolvimento.

Uma das formas de desenvolver candidíase está relacionada a higiene. O fungo da candida vive no intestino e, nos casos de colonização deste fungo na vagina, pode haver migração do fungo na região perianal, através do períneo, para a vagina dando origem a candidíase vaginal. Isto pode acontecer nos casos em que a mulher se limpa de forma incorreta após a defecação. Se a mulher se limpar de trás para a frente (do ânus para a vagina) vai acabar carregando germes e bactérias da região anal para a vaginal favorecendo não só a candidíase vaginal como também a infecção urinária.

Só em alguns casos é que a candidíase pode ser passada de uma pessoa para a outra. Isto pode acontecer em casos de sexo anal e sexo oral desprotegidos, uma vez que este fungo vive na boca e no trato intestinal. Quando há uma infecção por candida ativa na vagina ou no pênis pode ser possível ainda a transmissão através do sexo vaginal. Quando um dos parceiros está infectado, o sistema imunológico do outro parceiro pode ser eficiente e evitar a colonização pelo fungo da candida. Apesar de haver hipóteses de transmissão da candidíase por via sexual, esta não é considerada uma doença sexualmente transmissível.

De qualquer forma, confira alguns fatores de risco para o aumento da frequência de infecções por candidíase e candidíase vaginal:

  • Relações sexuais com parceiros desconhecidos e/ou contaminados;
  • Uso frequente e incorreto de antibióticos;
  • Uso frequente de anticoncepcionais hormonais;
  • Estados hormonais alterados (gravidez, menstruação etc);
  • Doenças que enfraquecem o sistema imunológico (HPV, Sida, lúpus);
  • Uso contínuo de absorventes diários;
  • Uso frequente de roupas muito apertadas ou úmidas e molhadas;
  • Fazer higiene íntima mais de duas vezes ao dia;

Tratamento natural

Antes de avançar para o tratamento há que confirmar o diagnóstico de candidíase e este pode ser feito de forma rápida e eficaz através da colheita de amostras da vagina ou do pênis, que são posteriormente examinadas através do microscópio. Este tipo de exame de diagnóstico é especialmente necessário quando os episódios de candidíase vaginal são frequentes. Através desta análise e diagnostic, o médico consegue estabelecer a frequência dos episódios da infecção por candida e recomendar um tratamento mais eficaz da candidíase

Quando a candidíase não é genital e, por outro lado, se encontra em outras partes do corpo, existem outros meios de diagnósticos que podem ser utilizados para definir a gravidade da infecção e traçar o melhor tratamento da candidíase.

Habitualmente, o tratamento da candidíase é feito através de medicamentos tomados por via oral, cremes, pomadas ou soluções para usar diretamente na pele ou nas zonas afetadas. Dependendo da zona e do tipo da candidíase deve-se procurar a especialidade médica que melhor pode ajudar: dentista, dermatologista, urologista ou ginecologista.

Esta solução para o tratamento da candidíase ajuda a manter o fungo da cândida inativo*. O Native Remedies Candidate é um tratamento natural que ajuda a promover a flora intestinal com probióticos saudáveis para o intestino*. Além disso, ajuda a reduzir os sintomas de coceira associados a um crescimento excessivo da cândida, reduzindo também os sintomas como a irritação e o prurido*.

O Naturasil Candida Clear é um produto 100% natural que ajuda a eliminar a Candida e dá um alívio sistêmico às infecções fúngicas internas*. É um tratamento da candidíase totalmente seguro e livre de efeitos colaterais*. Perfeito para aqueles que não querem usar medicamentos agressivos*, ajuda a aliviar através de extratos de planta que combatem as infecções fúngicas*.

Em complemento ao tratamento da candidíase deve-se adotar alguns comportamentos:

  • Não usar roupas íntimas que não sejam de algodão;
  • Não fazer a higiene íntima com produtos que possam ser irritantes, optando por utilizar apenas água e um sabonete neutro ou próprio para a região íntima;
  • Evitar o abuso de absorventes higiênicos e não usar absorventes diários de forma contínua;
  • Tentar dormir sem roupas íntimas sempre que possível;
  • Durante o tratamento, evitar relações sexuais desprotegidas;

Remédios caseiros

No caso de não querer abusar dos tratamentos convencionais ou, pelo contrário, sentir que precisa de um complemento para estes, pode optar por desenvolver os seus próprios remédios caseiros para o tratamento da candidíase.

  • Remédio caseiro para mulher:

    Para a candidíase feminina, uma boa forma de combater a infecção é através de iogurte natural. Ao diminuir a acidez do ambiente vaginal, em combinação com o poder dos probióticos, o iogurte natural irá ajudar a parar o crescimento dos fungos que terão mais dificuldades em desenvolver-se com a falta de acidez.

    Para utilizar este remédio caseiro para a candidíase vaginal precisa apenas de um iogurte natural à temperatura ambiente e uma seringa (sem agulha). Basta utilizar a seringa para introduzir o iogurte no interior da vagina duas vezes por dia. Repita o processo durante três dias. Durante este período aconselha-se utilizar um absorvente diário para evitar se sujar ou ficar com a roupa interior molhada.

  • Remédio caseiro para homem:

    No caso da candidíase genital no homem, pode optar pelo chá de uva-ursina. Pode ajudar o tratamento da candidíase peniana uma vez que faz com que diminua a reprodução do fungo da candida. Este remédio caseiro também pode ser utilizado por mulheres sendo mais eficaz para eles.

    Precisa apenas de duas colheres de chá de folhas de uva ursina e água. Basta ferver as folhas na água e deixar repousar o chá por cerca de cinco minutos. Depois coe o chá e beba. Deve fazê-lo três vezes por dia.

*É importante notar que os resultados dos nossos produtos vão variar de indivíduo para indivíduo. Deve sempre usar ou tomar os nossos produtos em conjunto com uma dieta equilibrada e uma prática regular de exercício físico. Todos os comentários de clientes encontrados neste website, são verdadeiros.

Newsletter
Cadastre-se para receber nossas ofertas!